Dia Internacional do milho, Curiosidades, Vitaminas e 2 Receitas incríveis – light e uma tradicional francesa!

Milho VerdeCês sabia que hoje é o dia internacional do milho?! =]  ( lembro logo daquela propaganda da margarida Nhac! Não sei bem por, acho que eles passavam margarina no milho, não passavam não?! rs)

Cês sabiam que semana passada, dia 18 foi o dia internacional do livro infantil e Aniversário do Monteiro Lobato, e eu fiz um post só sobre isso falando do visconde de Sabugosa e receitinha de Cup Cake de Pipoca e não postei aqui?! rs

Me parece que não há como escapar a não ser falar sobre este alimento tão rico e poderoso, antes de dar o nosso Cardápio da semana!

O milho, assim como a mandioca, é um dos alimentos mais antigos do Brasil, já sendo cultivado pelos índios antes mesmo da chegada dos portugueses em nossas terras. Foi levados após os tempos das colonizações da América para Europa!!! ( Ponto pra nós!!! rs)

Seu nome indígena significa “sustento a vida”.

Esse amarelinho é fonte de vitaminas A, C e do complexo B, é rico em manganês e por isso ótimo antioxidante.

Considerado um dos alimentos mais nutritivos que existe por contém praticamente todos os aminoácidos. Além de rico em fibras, é uma opção de baixo índice glicêmico e um bom alimento para pacientes portadores de diabetes de tipo 1 e 2. Além de não possuir a proteína Glúten e poder ser utilizado por pacientes celíacos!

Quando esta na forma de grãos é considerado um cereal, mas quando esta fresco é reconhecido com o legume. Por conta da sua veracidade, alguns ícones da culinária brasileira são feitos com ele: tais como nosso famoso Curau, a Pamonha a canjica, ou mesmo a PIPOCA! hihihi

Além de produzir farinhas e subprodutos como óleos, xaropes ou mesmo bebidas!

Então pra comemorar, vou colocar aqui duas receitinhas ótimas para o clima desta semana, Logo mais, eu posto o cardápio pq estou achando que vai ficar tudo muito apertadinho por aqui, e até o final da semana eu coloco o post que eu fiz da semana passada tb sobre milho e literatura.

Suflê Light

Suflê de milho sem Glúten 

Esta é uma receita adaptada e bem light, mas caso vc queira algo mais tradicional vou colocar abaixo uma francesa, ok?!

Ingredientes
.3 espigas de milho ( possuem menos sódio que o milho em lata e são bem mais protéicos por conta do processo por que passam os enlatados, mas se vc não conseguir achar vc pode usar uma latinha)
.2 ovos
.1 xícara de queijo ralado (se vc usar um bem gostoso, a receita fica muito melhor, eu curto muito o de cabra, ou o grana panado, mas um bom parmesão não deixará a desejar)
.3 colheres (sopa) de azeite
.1 colher (sopa) de manteiga derretida
.1 dente de alho
.Sal e pimenta-do-reino a gosto

Rápido e Prático!
Bata tudo no liquidificador e asse em “cumbuquinhas” unitárias ( não esqueça de unta-las). Em recipientes unitários basta apenas 20 minutinhos ou espere até que estejam douradinhas. E se quiser polvilhe com mais queijo ao final! Sirva em seguida, bem quentinho e bem fofilho!

 

Souffle de Miho 

Culinária francesa Adaptado de Julia Child’s
6-cup molde, manteiga e polvilhado com queijo parmiggiano ralado

 

 

Captura de Tela 2017-04-24 às 11.11.21Ingredientes

3 colheres de sopa Manteiga
3 colheres de sopa de Farinha
1 xícara de leite quente
1/2 colher de sal
Pitada de pimenta caiena e uma pitada de pimenta do reino
4 gemas de ovo
5 claras de ovo + pitada de sal ( ajuda as claras a crescerem)
3/4 xícara de grãos de milho ( se desejar vc pode tritura-los )
1/8 xícara de queijo feta

Um pouco mais elaborado, demora um cadinho mais!

Derreta a manteiga, misture a farinha e cozinhe por 2 minutos, não deixe que fique dourada. Retire do fogo, e quando a manteiga parar de borbulhar, adicione o leite de uma só vez. Retorne ao fogo médio e cozinhe, mexendo constantemente por alguns minutos mais. O molho vai engrossar consideravelmente. Adicione sal, pimenta e pimenta de caiena.

Retire do fogo, deixe esfriar por 5 minutos ou mais, e adicione as gemas, uma por uma, misturando muito bem após cada adição. Este molho pode ser preparado até este ponto e refrigerado; Deixando amornar antes de continuar. Se você decidir não refrigerá-lo, em seguida, adicionar pedacinhos de manteiga, e cubra com plástico, enquanto bate as claras.

Bata as claras com uma pitada de sal até formar picos firmes – dependendo da sua batedeira ou da força de seus bíceps, rs, levará de 2 a 5 minutos. Adicione 1/3 desta mistura ao molho, para diluí-lo ligeiramente – adicione os grãos de milho e o queijo feta, e misture bem.

Agora, adicione as claras restantes de ovo e dobre no molho. Você não precisa misturá-lo até que ele seja todo incorporado e totalmente homogêneo, porque o “lift” do seu souffle depende do ar presente nas claras de ovos batidos. Se você misturado fortemente, você não terá um suflê bem-aerado. Então este é o momento de ser delicado!

Pré aqueça o forno e encha o molde do souffle a 3/4 de seu volume, coloque-o em um forno a uma temperatura de 190 graus . Cozinhe o suflê durante 30 minutos – não abra a porta do forno durante os primeiros 20 minutos. Se você gosta de umidade no interior, sirva após 30 minutos. Eu prefiro cozinhar por 5 minutos adicionais, então a textura interior fica perfeita, não muito seco, não muito cremoso! Decore como achar melhor! Folhinhas sempre são bem vindas!

Souffle ‘não espera por ninguém. Sirva imediatamente e desfrute dos elogios dos seus convidados!

 

Captura de Tela 2017-04-24 às 11.11.50

 

Rio. 14º

rain_cups

Pois é… Parece que o inverno chegou mesmo, heim?!

Aqui no Rio (de Janeiro) a gente está bem desacostumado com este tipo de friozinho e até esquece que tem inverno. Quando vem o frio é um tal de tentar se lembrar onde estão os casacos que realmente esquentam, pegar os edredons de “peso”, meias, pantufas e tudo mais o que estiver ao alcance.

Já na cozinha, a época é de comer sem culpa!

Por aqui andamos abusando das massas. Mas para  não adquirir aqueles quilinhos indesejados, o segredo é deixar a massa para o dia. E à noite, partir para aquela sopinha gostosa.

No Rio de Janeiro o mais comum é usar o gengibre em restaurantes japoneses. Mas esta incrível raiz ajuda a aquecer (pois é rica em substâncias termogênicas que ativam o metabolismo, e de quebra ajudam a emagrecer), dá um charme especial na comida (justamente por ser uma especiaria) e ainda possui mais de 400 substâncias com propriedades terapêuticas (digestivas, expectorantes, anti-inflamatorias e até afrodisíacas).

Assim, na hora de fazer aquela sopinha gostosa pra fechar o dia com chave de ouro, escolha o gengibre como um de seus ingredientes.

Outro ingrediente que dá um charme especial para sopa e é ótimo para esta época do ano é o Salsão (ou Aipo). O Salsão também é um alimento muito funcional. Ele possui propriedades diuréticas, expectorantes, tônicas e é rico em flavonóides (vitaminas e minerais, fortalecendo as defesas imunitárias e o metabolismo).

Tendo escolhido dois ingredientes ricos em sabor e propriedades que lhe ajudarão a se aquecer neste inverno, podemos partir para alguns tipos de sopas.

– Sopa de Abóbora
– Sopa de Cenoura
– Sopa de Legumes

A escolha de ontem para o pessoal aqui de casa foi a Sopa de Legumes. Segue a receita que levou nota 10:

Ingredientes

02 cenouras picadas em cubos
04 batadas picadas em cubos
01 abobrinha picada em cubos
02 cebolas picadas
01 dente de alho picado
20 gramas de folha de salsão (ou 6 folhas de salsão)
01 colher (sopa) de gengibre ralado
02 colheres (sopa) de manteiga
01 folha de louro (opcional)
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo

1. Numa leiteira, leve 1 litro de água ao fogo médio para aquecer.

2. Coloque a manteiga numa panela grande e leve ao fogo médio para derreter. Em seguida, junte os cubos de cenoura, batata, abobrinha, cebola,  alho, e o gengibre. Misture bem. Acrescente a água.

3. Tempere com sal e pimenta-do-reino, misture e tampe a panela. Deixe cozinhar por 20 minutos, mexendo de vez em quando.

4. A seguir, retire a panela do fogo acrescente a folha de louro e as folhas de salsão, leve a panela de volta ao fogo baixo. Deixe cozinhar por mais 10 minutos, até que a sopa esteja pronta.

5. Retire as folhas de salsão e a folha de louro com a ajuda de uma colher. Com cuidado, transfira a sopa para um liquidificador* e bata até obter uma mistura homogênea. Depois, retorne a sopa de volta na panela. Sirva quente.

* Se desejar você também pode servir a sopa em cubinhos. Fica bem bonita e colorida. Já a batida no liquidificador fica mais consistente e de tom uniforme.